25.10.2018 | 13h27

Só mesmo um ‘tsunami’

Para o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, a grande dúvida nesta reta final das eleições é de quanto Jair Bolsonaro vai ganhar de seu adversário Fernando Haddad, já que o deputado só não será eleito se houver um “tsunami”, informa o Estadão. Hoje, a diferença entre os dois é de 14 pontos.

A vantagem do vencedor dependerá da acomodação final de votos dos eleitores que hoje se dizem indecisos e das abstenções, afirma Montenegro. “As abstenções podem correr de uma forma homogênea ou ficarem maiores em determinadas regiões”, diz.


VOLTAR PARA O ESTADÃO