17.08.2018 | 10h26

Slogans e bordões não fazem o País crescer

Os programas de governo dos 13 candidatos à Presidência têm propostas econômicas para todos os gostos. Pelo menos no papel. Claudia Safatle escreve no Valor sobre a necessidade de se adotar um tom realista e, antes de tudo, entender que o Estado brasileiro faliu. A colunista faz um resumo das propostas dos principais candidatos em diversas áreas da economia e lamenta o cenário. “Slogans e bordões embalam campanhas mas podem fazer muito pouco para o cumprimento de promessas.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO