28.11.2018 | 07h51

Sinais de desprestígio de Onyx

Os sinais emitidos de Jair Bolsonaro de que seu futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), terá de dividir atribuições do cargo para outros nomes de confiança do presidente eleito foram recebidos no Congresso como sintomas de desprestígio.

Na terça-feira, 27, Bolsonaro confirmou que a articulação política também estará no arco de tarefas do general Santos Cruz, indicado para a Secretaria de Governo, ampliando a sensação de que o democrata terá pouca autonomia.Há receio no Congresso, segundo o Painel, da Folha, quanto ao tipo de conversa que será imposta por Santos Cruz aos parlamentares. A expectativa é a de que a articulação política ganhe caráter burocrático. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO