27.11.2018 | 08h16

‘Seu desejo é uma ordem, Bolsonaro’

O futuro ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez avisou na noite da última seguda-feira: a vontade do presidente eleito de ver a prova do Enem antes dela ser aplicada será atendida. “Se o presidente se interessar, ninguém vai impedir. Ótimo que o presidente se interesse pela qualidade das nossas provas”, disse, durante encontro organizado pela faculdade em que trabalha, na cidade de Londrina (PR).


Mais conteúdo sobre:

Ricardo Vélez-RodríguezEnem
VOLTAR PARA O ESTADÃO