11.03.2019 | 13h37

Servidores contra-atacam reforma

O servidores públicos preparam um contra-ataque à proposta de reforma previdenciária enviada pelo governo ao Congresso. Além de fazer pressão diretamente nos parlamentares que vão votar o projeto, as categorias também elaboram um plano de ação com ramificações nas bases eleitorais dos deputados, com o objetivo de desestabilizar a base aliada do governo no Congresso, informou o Estadão.


As entidades que representam os servidores já estão procurando ministros, autoridades e lideranças no Congresso para tentar emplacar flexibilizações no texto. O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), por exemplo, publicou em sua conta no Twitter uma lista de 22 entidades, sobretudo de sindicatos e associações que defendem os interesses dos servidores públicos, com quem se encontrou nos últimos dias. As novas regras propostas pelo governo para os servidores públicos endurecem bastante o caminho para se chegar à aposentadoria.

VOLTAR PARA O ESTADÃO