09.09.2018 | 14h52

Será que o PT quer mesmo lançar Haddad?

A defesa de Lula pediu, ontem, mais tempo para fazer sua substituição por outro nome como candidato do PT ao Planalto. Na imensidão de recursos que se acostumaram a apresentar, os defensores de Lula pedem que o TSE amplie até o dia 17 o prazo para o PT substitua o ex-presidente por outro nome. Provavelmente, será o de Fernando Haddad. Só que o TSE estabeleceu o prazo até terça para que a troca seja feita.

A despeito da catimba jurídica, o pedido da defesa de Lula – que é sintonizadissima com o comando petista – leva a uma constatação: se o pedido do PT for aceito, Haddad só poderia se efetivado como candidato a menos de três semanas da eleição. Ou seja, reduzindo ainda mais o curto prazo para se tornar conhecido dos eleitores. E cabe a pergunta: será que o PT quer mesmo lançar Haddad, de forma competitiva, para chegar ao Planalto? /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Fernando HaddadLula
VOLTAR PARA O ESTADÃO