12.09.2018 | 08h58

Sequelas do jogo

“Há uma porção de condicionantes nessa história, entre elas uma que se destaca: se Lula tivesse indicado Fernando Haddad como seu candidato há mais tempo e não optado por levar a própria candidatura até o fim dos prazos legais, a transferência de votos já teria sido muito maior? A campanha estaria mais avançada e com menos atritos em tribunais? Provavelmente sim”, escreveu a colunista Rosângela Bittar no Valor.

Ainda assim, segundo a análise da colunista, não se pode afirmar que a forma como Lula escolheu ditar o jogo, até agora, deu errado.


Mais conteúdo sobre:

LulaHaddadcandidatura
VOLTAR PARA O ESTADÃO