26.02.2019 | 10h41

Senadores se aposentam acima do teto do INSS

Seis senadores que saíram derrotados das eleições de 2018 recorreram à Diretoria-Geral do Senado Federal para passar a receber suas aposentadorias de até R$ 32 mil por mês já a partir deste mês.

Depois de 24 anos como senador, Romero Jucá (MDB-RR), pediu uma aposentadoria de R$ 23.151,77, quatro vezes o teto do INSS (R$ 5.839,45). O maior benefício será pago ao ex-senador Agripino Maia (DEM-RN), benefício de R$ 32.894,80, informou o Estadão. A proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo ao Congresso prevê idade mínima também para os políticos. Novos parlamentares passam a contribuir para o INSS, como a maioria dos brasileiros.


VOLTAR PARA O ESTADÃO