05.11.2018 | 20h08

Sem liminar para Delúbio

O ministro Edson Fachin, do STF, negou nesta segunda-feira, 5, o pedido de liminar impetrado pelos advogados do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, preso em Curitiba por lavagem de dinheiro. A defesa pede a suspensão da execução provisória da pena,estipulada em seis anos de reclusão, ou a transferência para o regime semiaberto.
A defesa, segundo o Blog do Fausto, do Estadão, alega a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba, que condenou o ex-tesoureiro petista, sob o argumento de que os os fatos apresentados pelo Ministério Público Federal não seriam objetos da Lava Jato e que não foram comprovadas as práticas de atos de lavagem de capitais. / J.F.

VOLTAR PARA O ESTADÃO