27.03.2018 | 10h53

Sem imposto sindical, perda de patrões é de 80%

Sindicatos patronais amargam tempos difíceis desde que a reforma trabalhista entrou em vigor, no ano passado. A perda em janeiro deste ano chega a 80% do arrecadado no ano passado, é o que mostra reportagem do Valor. São R$ 300 milhões obtidos em janeiro contra R$ 1,4 bilhão em 2017.

O comando da Fecomercio-SP aposta na “consciência do empresariado”. “A tendência de queda se manterá, mas podemos ter ligeira elevação fundada na consciência do empresariado da necessidade de manutenção do sistema sindical de representação”, disse Ivo Dall’Acqua Junior ao jornal.


Mais conteúdo sobre:

reforma trabalhistaFecomercio-SP
VOLTAR PARA O ESTADÃO