13.07.2018 | 15h54

Sem impeachment, Crivella encara CPIs

Depois da recusa ao processo de impeachment, a oposição ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, aposta na abertura de CPIs para manter o desgaste do governo, mostra O Globo. A bancada do PSOL propôs a abertura de duas comissões e a vereadora Teresa Bergher (PSDB) de uma terceira. “A Câmara vai manter Crivella sangrando, para negociar outras benesses para a base”, disse a tucana.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO