27.05.2018 | 23h01

Sem garantia do fim da greve

O vaivém das ações do governo e a pulverização de comando da greve dos caminhoneiros não permite atestar que mesmo com as novas concessões anunciadas por Michel Temer a paralisação nos transportes rodoviários vai cessar em definitivo.

Nem a ameaça de multas pesadas e o emprego das Forças Armadas foi capaz de desobstruir as estradas e restabelecer o transporte de cargas por completo. Diante das novas concessões, se avoluma a pauta de exigências e novas categorias começam a ameaçar parar na esperança de obter benefícios similares. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO