19.04.2018 | 08h20

Tem que seguir as regras, Lula

Depois da visita de um grupo de senadores à cela de Lula em Curitiba e do pedido de deputados para fazer o mesmo, o Ministério Público Federal entendeu não ser “viável a fixação ou a elasticidade de horário diferenciado para visitas” ao ex-presidente, informa o Estadão.

A força-tarefa da Lava Jato defende que parentes e amigos respeitem a regra da visitação, que pode ser feita nas quintas-feiras. O procurador regional da República Januário Paludo argumenta que a visita da Comissão de Direitos Humanos da Câmara nesta quinta, 19, e inviável, pois deve-se garantir o direito de visita, não de inspeção.


Mais conteúdo sobre:

prisão de Lula
VOLTAR PARA O ESTADÃO