12.09.2018 | 15h20

Sem bravatas e ameaças

“As semelhanças entre Trump e Bolsonaro são evidentes, para além da admiração confessa do brasileiro pelo americano. Ambos fazem parte de uma categoria de políticos de direita extremada, chamados populistas, em franca expansão pelo mundo —até na Suécia, como se acaba de ver”, escreveu Maria Herminia Tavares de Almeida na Folha.

Ao traçar um paralelo entre Bolsonaro e Trump, a colunista também analisa que no presidencialismo de coalizão não é com bravatas e ameaças que se governa, mas sim com a coordenação da base no Congresso.


VOLTAR PARA O ESTADÃO