23.08.2018 | 17h59

Se réu pode sentar na cadeira

Não foi só o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, que falou sobre a possibilidade de um réu ser eleito presidente ou assumir a Presidência. Nesta quinta, 23, Celso de Mello afirmou tratar-se de “uma boa questão”, mas que não tinha “condições de responder porque certamente é uma questão que vai ser suscitada antes na Justiça Eleitoral”, informa o Estadão. “Eu tenho a impressão de que (essa questão) é o que nós temos de debater e debater mais”, acrescentou.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO