19.03.2018 | 14h30

Se a moda pega…

Nas suas redes sociais, o PT baiano tem distribuído imagens do prefeito de Salvador, ACM Neto, ao lado do ex-ministro Geddel Vieira Lima e de seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima, ambos do MDB.

É uma tentativa de associar politicamente o prefeito e possível candidato ao governo com as irregularidades que levaram Geddel à prisão. A mais famosa delas é a descoberta de malas com R$ 51 milhões em dinheiro, encontradas num apartamento usado pelo ex-ministro.

O risco é ACM Neto reagir lembrando que Geddel foi ministro da Integração com Lula e vice-presidente da Caixa Econômica com Dilma Rousseff. /M.M.

 


 

VOLTAR PARA O ESTADÃO