13.11.2018 | 07h48

Sapos entalados

Se política é a arte de engolir sapos, o próximo governo ainda não aprendeu a degluti-los e está entalado com alguns nesse início de governo. Eliane Cantanhêde parte em sua coluna dos atritos entre a equipe de Bolsonaro e Eunício Oliveira, que levaram Bolsonaro a cancelar encontros com o presidente do Senado e também o da Câmara, para apontar o risco que existe caso essa relação azede de cara. “A opinião pública empurra Câmara e Senado para o colo do Planalto, mas, se os sapos azedam e a relação vira uma guerra, o governo paralisa e o Congresso começa a empurrar a opinião pública para longe do Planalto”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO