18.10.2018 | 09h08

Salve-se quem puder

“No grande naufrágio partidário de 2018, os primeiros da fila para o bote salva-vidas são Roberto Jefferson, Pastor Everaldo, Valdemar Costa Neto e Gilberto Kassab. Os caciques do centrão, que sustentaram governos de todas as cores, decidiram se alinhar a Jair Bolsonaro (PSL) em busca de sobrevivência”, escreveu Bruno Boghossian na Folha.

O colunista aponta o movimento de aproximação de alguns políticos do Centrão com Bolsonaro. Afirmações de apoio no Congresso, interesse em cargos e a sobrevivência fisiológica levam a essa aproximação.


VOLTAR PARA O ESTADÃO