09.01.2019 | 21h51

Rossieli ‘não se responsabiliza’ pelos erros de Bolsonaro

Apesar do ministro Ricardo Vélez Rodriguez e do presidente Jair Bolsonaro estarem jogando a responsabilidade pela confusão na revisão do edital dos livros didáticos na antiga gestão do MEC, o ex-ministro Rossieli Soares rebateu essa versão. Ao Estadão, o agora secretário da Educação de São Paulo disse que “não pode se responsabilizar” pelos erros que foram cometidos já na gestão Bolsonaro.

“Nós não pedimos nenhuma alteração que diminua o papel da mulher ou do quilombola, pelo contrário, fizemos a uma retificação em outubro que deixou mais clara a importância disso”, afirmou Rossieli. Ainda para o Estadão, uma servidora do MEC confirmou que pessoalmente pediu alterações a respeito dos erros e das referências bibliográficas, além da valorização de quilombolas e indígenas. Segundo ela, a versão publicada no DOU veio sem essas mudanças, apenas com as alterações feitas em dezembro, quando a equipe de transição já atuava no MEC.


VOLTAR PARA O ESTADÃO