18.07.2018 | 20h18

TSE rejeita pedido do MBL contra Lula

A ministra Rosa Weber, presidente eleita do TSE, rejeitou nesta quarta-feira, 18, a solicitação do MBL para declarar desde já, antes mesmo do pedido de registro da candidatura de Lula, a inelegibilidade do petista e o seu impedimento para se registrar para a disputa de qualquer cargo nestas eleições.

O MBL alegava que a candidatura de Lula é fato público e notório, porque ele já se coloca como pré-candidato e o seu nome consta de todas as pesquisas eleitorais, mesmo após sua condenação em segunda instância, o que o tornaria inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Para o MBL, o próprio relator da ação no TSE, ministro Admar Gonzaga, havia dito que a Corte poderia declarar a inelegibilidade de Lula “de ofício”, ou seja, sem ser requisitada a fazê-lo. / José Fucs

Documento



VOLTAR PARA O ESTADÃO