09.07.2018 | 12h19

Rio e o buraco da Previdência

No curso de quatro anos do atual mandato de Luiz Pezão, o governo do Rio terá de mobilizar R$ 32 bilhões para despesas com sua Previdência. O cálculo é apresentado pelo economista Raul Velloso em coluna no Globo. “Diante da perspectiva de atrasos significativos de pagamentos, sugiro que tanto este estado quanto os demais sob calamidade financeira explicitem esse problema com a maior clareza possível para suas populações, e passem a pôr em prática, como principal remédio, um plano de equacionamento de sua previdência”, escreve.

 


Mais conteúdo sobre:

déficit da previdência
VOLTAR PARA O ESTADÃO