13.04.2018 | 13h10

Richa não tem a sorte de Alckmin

O Superior Tribunal de Justiça enviou à primeira instância da Justiça Federal do Paraná um processo contra o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), informa o G1. Richa é acusado de suposto desvio de finalidade na verba federal de R$ 100 mil quando era prefeito de Curitiba.

O tucano, que deixou o Executivo do Estado para concorrer ao Senado, não teve a mesma sorte de Alckmin, cujo inquérito está com a Justiça Eleitoral.

 


Mais conteúdo sobre:

Beto Richageraldo akcminPSDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO