23.10.2018 | 07h32

Revolução digital

A eleição de 2018 foi marcada por uma revolução digital, à medida em que incluiu no debate político o cidadão antes alienado, mas avalia que a vitória de Jair Bolsonaro não vai representar risco à democracia. Esta é a opinião do cientista político Fernando Schüller, do Insper. “O Brasil é de fato um país com instituições maduras, independentes. Não é uma república de bananas. Vejo intelectuais do exterior dizendo que estamos à mercê de um líder fascista, populista, autoritário. É uma incompreensão da capacidade de moderação que as nossas instituições têm”, diz, em entrevista ao jornal O Globo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO