24.05.2019 | 15h08

Revisão de subsídios de R$ 68,9 bilhões

Oito programas e ações financiados via subsídios federais entrarão na mira do pente-fino que será feito ainda este ano pelo governo federal, incluindo a Zona Franca de Manaus. A reavaliação dessas políticas, que custaram R$ 68,9 bilhões em 2018, será conduzida pelo Comitê de Monitoramento e Avaliação dos Subsídios (CMAS), informa o Estadão. Hoje os incentivos representam 20,9% da arrecadação administrada pela Receita Federal e 4,3% do PIB.

Além da Zona Franca, estão na mira a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que transfere R$ 19,2 bilhões em subsídios para a conta de luz paga pela população; o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies); a Lei da Informática (que concede incentivos para quem investe em tecnologia); e a Certificação de Entidades Beneficentes da Assistência Social (Cebas) na área de educação – filantrópicas que oferecem bolsas de estudo em troca de benefícios fiscais.


Mais conteúdo sobre:

subsídio PIB
VOLTAR PARA O ESTADÃO