01.03.2019 | 10h58

Reuniões com Bolsonaro sem celular

O presidente Jair Bolsonaro, a exemplo de outros presidentes da República, não permite telefones celulares em reuniões das quais participa. No gabinete do vice Hamilton Mourão, a regra é a mesma: o aparelho deve ser deixado do lado de fora, informa o Estadão. A ideia é evitar mais vazamentos de conversas, além dos áudios que custaram o cargo do ex-ministro Gustavo Bebianno.


Mais conteúdo sobre:

celular Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO