05.04.2018 | 12h21

Resultado ‘viola dignidade da pessoa humana’

Os advogados Cristiano Zanin e Valeska Zanin, da defesa do ex-presidente Lula, divulgaram nota na manhã desta quinta-feira, 5, em que afirmam que a denegação do habeas corpus preventivo a Lula pelo STF “viola a dignidade da pessoa humana e outras garantias fundamentais”.

Afirmam que irão “tomar todas as medidas legalmente previstas para evitar que a antecipação da pena imposta automaticamente pelo TRF4 seja executada, porque é incompatível com a Constituição Federal”. Acrescentam haver “expectativa de que essa condenação será revertida por um órgão justo, imparcial e independente”.


Mais conteúdo sobre:

LulaCristiano Zanin
VOLTAR PARA O ESTADÃO