13.11.2018 | 21h22

Resposta de Bolsonaro para a AMB?

Jair Bolsonaro postou uma espécie de “explicação” sobre suas prioridades em seu Twitter. Para o presidente eleito  é “tão importante quanto colocar nomes técnicos à frente da missão de fazer o Brasil crescer, é desfazer o sistema ideológico e burocrático criado conscientemente para frear qualquer tentativa de mudança”. Pode ser uma resposta para a Associação Médica Brasileira?


Nesta terça-feira, a AMB emitiu uma carta, publicada pelo site O Antagonista, onde a entidade questiona um dos nomes especulados para assumir o Ministério da Saúde, o deputado Luiz Henrique Mandetta. “Nomes como o de Sergio Moro e de Paulo Guedes ratificam o compromisso com escolhas técnicas. Para o Ministério da Saúde, a expectativa é de que tenhamos um nome assim. Diante da preocupação com boatos nos últimos dias sobre ‘nomes cotados’, achamos por bem deixar consignado o entendimento das entidades que representam a classe médica e os médicos do Brasil”, afirmam, sugerindo para o cargo o presidente da AMB, Lincoln Lopes Ferreira.

VOLTAR PARA O ESTADÃO