24.08.2018 | 20h14

Representação de Carvalhosa contra Lula

O advogado Modesto Carvalhosa e o escritório do colega Eduardo Spínola entraram com uma representação criminal contra Lula junto ao TSE, por ele ter omitido o fato de que está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, ao pedir o registro de sua candidatura apresentando uma certidão que informa a sua inelegibilidade pela Lei da Ficha Limpa.

Segundo Carvalhosa, Lula — “atualmente domiciliado no cárcere da Polícia Federal na cidade de Curitiba” — tenta enganar os julgadores de seu pedido de registro, ferindo o artigo 350 do código eleitoral. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO