02.11.2018 | 14h35

Renan: ‘É preciso menos Twitter’

O senador reeleito Renan Calheiros (MDB), em entrevista à revista Veja, criticou o uso de redes sociais como estratégia política. “Elas (redes sociais) introduziram novos elementos, mas não se governa com mandatários virtuais (…) Passada essa aridez da eleição, é preciso menos Twitter e menos palpite em Brasília e mais deputado e senador de carne e osso que entendam a complexidade do processo”, disse.

O emedebista, ao analisar a ascensão de Jair Bolsonaro, pontua: “Ele é um estágio inevitável pelo qual iríamos passar. O mundo está vivendo essa experiência de escolher candidatos mais conservadores”.


Mais conteúdo sobre:

Renan CalheirosJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO