19.02.2019 | 16h56

Relator avalia se caso de caixa 2 de Onyx pode ir para TRE-RS

No dia em que o tema do caixa 2 volta ao debate político, o caso do ministro Onyx Lorenzoni (DEM-RS) aguarda análise do ministro Marco Aurélio Mello, do STF, após a Procuradoria-Geral da República pedir que a investigação das suspeitas de caixa 2 praticadas pelo titular da Casa Civil seja enviada ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS). Onyx foi reeleito deputado federal, mas está licenciado da cadeira na Câmara para ser ministro do governo Bolsonaro.

A dúvida é se Onyx continuaria tendo seu caso analisado pela Suprema Corte mesmo ocupando um cargo, de ministro de Estado, que não tem relação com o suposto crime. “O que surge de novidade é o fato de estar licenciado. Ainda não enfrentei (esta situação)”, disse Marco Aurélio a jornalistas antes da sessão da Primeira Turma no STF, informa Amanda Pupo, do Estadão.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO