25.08.2018 | 17h24

‘Rei do ônibus’ admite pagamentos a políticos

O empresário Jacob Barata Filho, conhecido como “Rei do Ônibus”, admitiu em depoimento para a Polícia Federal na última sexta-feira que os donos das empresas de transporte contribuíam com o caixa dois da Fetranspor para pagar políticos. De acordo com O Globo, os pagamentos para contribuir com campanhas eleitorais começaram há 20 anos. Ele entretanto negou que pagamentos eram “ilícitos”.

“O objetivo desse caixa da Fetranspor era buscar a satisfação do usuário e evitar projetos que viessem a prejudicar o setor”, disse Barata Filho ao juiz Marcelo Bretas.


VOLTAR PARA O ESTADÃO