09.08.2018 | 13h43

Regra do mínimo ainda é incógnita

O próximo presidente terá de definir já nos primeiros meses de governo se mantém ou se muda a regra atual de reajuste do salário mínimo. Em abril, o novo governo terá de enviar ao Congresso o projeto de lei que dá as diretrizes do Orçamento do ano seguinte, informa o Estadão.

Marina Silva (Rede) e o PT informaram que pretendem manter a regra atual* a partir de 2020. Ciro Gomes (PDT) ainda não definiu. Alvaro Dias (Podemos) pretende adotar regra que ofereça reposição da inflação somada ao ganho de produtividade a ser calculada pelo Ipea.

* A  atual regra do mínimo prevê que o salário deve ser reajustado de acordo com a inflação dos 12 meses anteriores acrescida do crescimento da economia de dois anos antes.

Mais conteúdo sobre:

salário mínimo
VOLTAR PARA O ESTADÃO