08.11.2018 | 10h34

Reforma era para ‘pessoa física de Lula’

Em interrogatório nesta quarta-feira, 7, o empresário Marcelo Odebrecht, afirmou que as reformas do sítio de Atibaia estavam ligadas à “pessoa física” do ex-presidente Lula.

O petista é réu por corrupção e lavagem de dinheiro, por supostamente ter recebido propinas da Odebrecht e da OAS em reformas e melhorias no sítio, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO