08.02.2019 | 19h02

Reforma em junho, pacote anticrime para depois

Se na última quinta-feira, Rodrigo Maia disse ao BR18 acreditar que consegue votar a reforma da Previdência na segunda quinzena de maio, nesta sexta, o presidente da Câmara foi ligeiramente mais conservador em sua previsão. Após reunião com João Doria em São Paulo, Maia disse que espera que a proposta seja votada em junho.

Só depois disso é que ele deverá colocar em pauta outro “xodó” do governo Bolsonaro: o pacote anticrime de Sergio Moro.”São projetos importantes. Eu espero que a Câmara tenha discutido e aprovado a Previdência até junho e, depois, a possibilidade de avançar com o outro projeto no plenário já tendo terminado o debate nas comissões temática”, disse Maia


Mais conteúdo sobre:

Rodrigo Maiareforma da previdência
VOLTAR PARA O ESTADÃO