02.03.2019 | 13h10

Receita na mira dos poderosos

A Receita Federal vive a mais grave crise institucional da história, escreve Adriana Fernandes em sua coluna neste sábado no Estadão. Pela primeira vez, dado o vazamento de informações referentes a investigações que atingem ministros do STF e do STJ e familiares, o órgão enfrenta um cerco que inclui Ministério Público, Judiciário, Tribunal de Contas e o Legislativo. “O vazamento dos dados preliminares é de fato gravíssimo. Deve ser apurado com a máxima rapidez pela Corregedoria da Receita e a Polícia Federal. Mas não pode servir de bandeira para abafar o trabalho da fiscalização. Se há erros na investigação, que sejam corrigidos. É importante identificar quem lucrou com o vazamento e se beneficiará com o ataque ao trabalho dos fiscais. Disputas por cargos de comando na Receita, inclusive com indicações políticas, também alimentam a crise”, escreve ela.


VOLTAR PARA O ESTADÃO