26.02.2019 | 13h08

Receita mira mulher de Toffoli e ministra do STJ

Depois do ministro Gilmar Mendes, do STF, e de sua esposa, agora a Receita Federal incluiu a advogada Roberta Maria Rangel, mulher do ministro Dias Toffoli, presidente do STF, e a ministra Isabel Gallotti, do STJ, entre contribuintes alvo de investigação por indícios de irregularidades tributárias.

Assim como no caso de Gilmar, a mulher de Dias Toffoli foi alvo de uma investigação preliminar da Receita. Segundo o Estadão, a análise dos dados ainda não resultou na abertura de um procedimento formal de fiscalização contra os dois.


VOLTAR PARA O ESTADÃO