23.09.2018 | 10h57

Recall e voto distrital na reforma política

A reforma política, tratada hoje como “a reforma das reformas” pelos analistas, pelo papel que pode representar para melhorar a representatividade dos eleitores e a governabilidade, deverá ser uma das prioridades do próximo presidente e do novo Congresso,.

Segundo reportagem do Estadão, destacam-se entre as principais mudanças em pauta a adoção do voto distrital misto e o recall. O voto distrital misto alteraria a forma como os parlamentares se elegem, ao destinar metade das cadeiras do Legislativo aos candidatos mais votados em cada distrito e metade aos votos dados a partir de uma lista fechada. O recall permitiria a convocação de referendos populares pela Justiça Eleitoral, ou seja, tiraria a decisão do Congresso e passaria para a sociedade. / J.F


VOLTAR PARA O ESTADÃO