19.08.2018 | 19h48

R$ 200 milhões para reduzir impacto migratório venezuelano

Cobrado até por candidatos para resolver os problemas provocados pela maciça e desordenada migração venezuelana para Roraima, o governo federal alega que “já tomou providências que somam mais de R$ 200 milhões” para resolver a questão. Além disso, o Planalto lembrou, em nota oficial, que Michel Temer já fez duas visitas oficiais a Roraima desde o início da crise.

“O governo federal, atento à segurança e ao bem-estar dos brasileiros de Roraima, tem envidado esforços abrangentes para apoiá-los, reduzindo o impacto do afluxo migratório sobre a população local. Para tanto, já tomou providências que somam mais de R$ 200 milhões”, disse a nota oficial do governo, citando como ações “o ordenamento da fronteira, com controle e triagem adequados, e com a ampliação da presença da União nas áreas social e de segurança e a construção de dez instalações (mais duas estão quase concluídas) que abrigam, temporariamente, os venezuelanos”. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

VenezuelaRoraimaMichel Temer
VOLTAR PARA O ESTADÃO