31.05.2018 | 07h22

Questão de imposto, não de posto

A greve dos caminhoneiros expôs o modelo tributário tão questionada pelo setor empresarial no País , ainda que a demanda majoritária tenha sido a redução do preço do diesel.

O auditor fiscal da Receita Federal e presidente da Unafisco Nacional, Kleber Cabral, fala da alta carga de tributos no Brasil, com impacto maior na base da pirâmide, e propõe: “retorno da tributação sobre a distribuição de lucros e dividendos e sobre as remessas de lucros ao exterior”, diz ele na Folha.


Mais conteúdo sobre:

carga tributáriacaminhoneiros
VOLTAR PARA O ESTADÃO