29.07.2018 | 16h55

Quem sai ganhando com a farra fiscal

Sem distinção regional ou partidária, os parlamentares que ajudaram a aprovar a chamada farra fiscal beneficiam os próprios familiares, setores dos quais fazem parte, empresas que os financiaram ou interesses específicos para a reeleição deste ano, mostra levantamento do Estadão/Broadcast.

A reportagem identifica que os projetos, que que podem provocar uma perda de R$ 100 bilhões à União, são também resultados de negociações diretas de trocas de favores.


VOLTAR PARA O ESTADÃO