02.03.2019 | 14h00

‘Quem me condenou não pode olhar nos olhos dos netos’

Lula fez um breve discurso no velório do neto Arthur. Na fala, disse que o menino sofria “bullying” na escola por ser neto do Lula. “Por isso, eu tenho um compromisso com você, Arthur, eu vou provar a minha inocência e quando eu for para o céu, eu vou levando o meu diploma de inocente”, afirmou, segundo relatos dos presentes ao Estadão. “Vou provar quem é ladrão neste País e quem não é. Quem me condenou não pode olhar nos olhos dos netos como eu olhava para você.”

Na saída, Lula foi advertido pelos agentes que faziam sua escolta de que não deveria ter acenado para o público (ele chegou a pegar na mão de uma apoiadora). “O senhor sabe que não deveria ter feito isso”, disse o policial. “O senhor sabe que eu deveria”, respondeu o petista.


VOLTAR PARA O ESTADÃO