09.08.2018 | 14h09

‘Quem matou Juliane?’

O assassinato da PM Juliane dos Santos Duarte, cujo corpo foi encontrado no porta-malas de um carro na segunda-feira, 6, quatro dias depois de ela desaparecer na favela Paraisópolis, em São Paulo, está estimulando um movimento nas redes sociais para pressionar as autoridades a identificar e punir os autores do crime.

Com o mote “Quem matou Juliane?”, inspirado na campanha “Quem matou Marielle?”, a ex-vereadora do PSOL assassinada no Rio de Janeiro, inúmeros internautas estão se manifestando sobre o tema e reclamando do tratamento diferente dado pela mídia e organizações sociais aos dois casos. “Cadê a comoção?”, pergunta um internauta. “Juliane era pobre, negra, gay e… policial. Será que vai ter campanha de artistas, feministas e movimentos negros?”, afirmou outro. “Menos uma guerreira a serviço do bem! Não recebeu homenagem e nem velas de movimentos de esquerda”, disse um terceiro. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO