23.10.2018 | 14h33

Quem manda na oposição

O PT enfrenta duas disputas simultâneas. Numa delas, tenta uma reviravolta improvável contra Jair Bolsonaro para eleger Fernando Haddad. A essa altura da campanha, só os mais fanáticos ainda acreditam nisso.

A segundo disputa é mais pé no chão. O partido quer se estabelecer como o principal grupo de oposição. A provável vitória de Bolsonaro não jogará apenas legendas de esquerda para longe do governo. Mas também de centro e centro-esquerda, como PSDB, MDB, PDT e Rede. Por isso, os apoios de Marina Silva, Ciro Gomes e de parte dos tucanos é tão cobiçado pelo PT. E também por isso uma foto com todos eles dando apoio a Haddad no segundo turno se tornou praticamente impossível. Afinal, o jogo político não termina em 2018. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

PT
VOLTAR PARA O ESTADÃO