25.02.2019 | 17h19

Quem avisa amigo é

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, está avisando o governo: já passou da hora de o governo organizar sua base. Inclusive, ele avalia que o atraso da instalação da CCJ, que ficará mesmo para depois do carnaval, pode dar mais tempo para os governistas se organizarem para a discussão sobre a reforma da Previdência. “Organização do governo ainda está lenta. Não dá pra votar (admissibilidade) de qualquer jeito, porque hoje há o risco de ter um resultado não favorável para a emenda constitucional”, explicou aos jornalistas em sua chegada ao Congresso para reunião com os líderes.


VOLTAR PARA O ESTADÃO