29.05.2018 | 06h22

Queda de braço entre governo e PF

O governo pressiona a Polícia Federal para dar início às prisões de lideranças do movimento dos caminhoneiros que resistem ao cumprimento dos acordos para encerrar a paralisação do transporte de cargas, mas a instituição resiste.

Na PF, os argumentos contra as prisões já são que os inquéritos ainda estão em fase inicial, relata reportagem da Folha. Mas o BR18 ouviu de ministros do gabinete de crise que a resistência se deve ao fato de que, diferentemente das operações envolvendo políticos, nesta a PF não se sentiria confortável de ir contra uma parte da opinião pública que ainda apoia o movimento. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO