30.04.2018 | 08h36

Puxadores de voto

A aposta dos partidos para o Congresso em 2018 não é exatamente a mudança ou renovação. Além de a maioria dos parlamentares ter decidido tentar a reeleição, as legendas devem investir nos “puxadores de voto”, ou seja, os nomes mais conhecidos e com bom apoio, relata a Folha.

O PT, por exemplo, pode apostar suas fichas em Gleisi Hoffmann para conseguir eleger outros parlamentares com menos votos. Já no PSDB, Carlos Sampaio e Carlos Osorio seriam os nomes de força.


Mais conteúdo sobre:

Eleições 2018
VOLTAR PARA O ESTADÃO