04.10.2018 | 12h39

PT se acostumou aos tucanos

Mesmo que Fernando Haddad consiga chegar ao segundo turno contra Jair Bolsonaro, o PT ainda procura um jeito de enfrentar o adversário na fase decisiva da eleição. Bolsonaro é uma novidade como adversário para os petistas, que se acostumaram a enfrentar (e ganhar) o PSDB em confrontos diretos de segundo turno nas eleições de 2002, 2006, 2010 e 2014. E, mesmo antes, em 1994 e 1998, quando perderam para Fernando Henrique Cardoso já no primeiro turno, começaram a desenvolver uma prática de enfrentamento.

Com os tucanos como adversários, Lula e seus candidatos sempre tentavam carimbar os adversários como elitistas, privatizadores, etc. Com Bolsonaro, essa fórmula não cola. Não dá para usar as potocas de sempre, afirmando que o adversário “não quer que o filho do pobre estude”, como os petistas cansaram de fazer. É um cenário completamente diferente e os petistas ainda procuram respostas para dar. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

PTPSDBtucanos
VOLTAR PARA O ESTADÃO