01.11.2018 | 09h28

PT reforça tese de perseguição

A defesa do ex-presidente Lula anexou documento com críticas às negociações do juiz Sérgio Moro com o presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça ao processo sobre o Instituto Lula, afirma o jornal O Globo. Alega que o petista é, sim, vítima de perseguição política do magistrado da 13ª Vara Federal, em Curitiba. Bolsonaro já afirmou que espera ver Lula “apodrecer na cadeia”.


Mais conteúdo sobre:

Lulasergio moro
VOLTAR PARA O ESTADÃO