11.09.2018 | 17h26

PT reclama de pouco Alckmin na TV; TSE nega

O PT queria ver mais Geraldo Alckmin em sua propaganda eleitoral no rádio e na televisão no dia 1º de setembro. A coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PC do B/Pros) reclamou no TSE que o tucano participou de menos do que 75% do tempo de seu horário eleitoral, preferindo mostrar uma história emotiva em seu lugar. O ministro Carlos Horbach negou que houve irregularidades.

“O limite de 25% do tempo é imposto exclusivamente em relação aos apoiadores, candidatos ou não, que vierem a participar do programa. Os restantes 75% são destinados aos diferentes tipos de linguagens publicitárias permitidas no dispositivo, tais como caracteres com propostas, fotos, jingles, clipes com músicas ou vinhetas e, também, manifestações do candidato”, disse o ministro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO