04.08.2018 | 14h24

A ‘ação confrontadora’ do PT com Lula

Apesar da prisão de Lula e da afirmação do ministro Luiz Fux, presidente do TSE, de que os candidatos condenados em segunda instância estão inelegíveis pela Lei da Ficha Limpa, o PT oficializou neste sábado, 4, a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência.

“Essa é a ação mais confrontadora que fazemos contra esse sistema podre por parte da Justiça que não faz outra coisa senão perseguir Lula. Vamos tirar Lula da prisão. Vamos voltar a governar esse país. Vamos devolver a alegria para o povo brasileiro”, afirmou a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do partido, segundo o UOL. “Nós dizemos ao Brasil que Lula é o nosso candidato e vamos registrá-lo nos braços do povo no dia 15 de agosto em Brasília. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO